Psicografia – Energia

A energia que se emite é a energia que se recebe de volta. Essa é a Lei da Sintonia. Quanto mais se pede, mais se sintoniza com a escassez. Quanto mais se queixa, mais se sintoniza com o fracasso. Quanto mais se odeia, maior a sintonia com o erro, a perda. Por outro lado, quanto mais se agradece, mais se recebe de volta. Quanto mais oferece, mais ganha. Quanto mais luz se emite, mais claro fica o caminho. Quanto mais se ama, mais é amado. Quanto mais se cura, mais se é curado. Isso é Lei da Vida. Não é lei dos homens.

Por isso, nós, homens, pobres de nós, ainda não entendemos bem. Pedimos quando queremos receber. Deveríamos oferecer o que podemos para receber o que precisamos. Deveríamos agradecer o que temos para entrar em sintonia com a abundância do universo. Energia é assim: ela vai e ela volta como que refletida em um grande espelho côncavo, que amplia, multiplica e espalha. Pensamento é energia. Amor é energia. Luz é energia. Por isso, vai e volta. Devemos cuidar do que emitimos, pois temos responsabilidade sobre o que espalhamos, sobre o que espelhamos.

É a máxima crística do orai e vigiai: cuidar dos pensamentos, dos sentimentos, da energia que emitimos e, consequentemente, do mundo que construímos para nós e para os outros. Temos responsabilidade com as fontes cósmicas que acessamos e em que bebemos. E há fontes de amor, luz, prosperidade e beleza. E também há fontes de dor, medo, raiva e culpa. Nós escolhemos onde vamos nos abastecer e o que vamos disseminar no mundo.

Reunião Mediúnica: 20/07/2017

Comentários

Deixe seu comentário