CARTA DE NATAL

Ninguém te esquecerá, Jesus, o berço pobre, a noite, o frio, a palha, a estrebaria, a estrela que surgiu no firmamento, e os pastores cantando de alegria ! . . .

Glória a deus nas alturas, paz aos homens de toda a terra ! . . .

Temos na lembrança a voz dos anjos que te acompanhavam a mensagem de amor e de esperança . . .

Quantos conquistadores já passaram ! . . .

Senhores do poder, altivos e aguerridos . . . E quanto mais brilharam sobre os povos, mais desceram por fim, aos museus esquecidos ! . . .

 

Hoje, o progresso atinge culminâncias.

É o cérebro a fulgir em triunfos supremos, mas quando a provação nos procura e domina é sempre a ti, senhor, que recorremos.

 

Natal ! . . . Os homens cantam separados . . .

Perdoa-nos, senhor, os erros tais quais são.

Não nos deixes a sós.

Amado amigo, fica jesus, em nosso coração.

 

ESPÍRITO : MARIA DOLORES.

MÉDIUM : CHICO XAVIER. FRANCISCO DE PAULA CANDIDO XAVIER.

Comentários

Deixe seu comentário