fbpx
Contato: (37) 3214-8985 - Endereço: Rua do Cobre, 57, Niterói – Divinópolis MG, CEP: 35500-222 PIX para doações: CNPJ 13.414.748/0001-82

About Daniela Camaso

This author has not yet filled in any details.
So far Daniela Camaso has created 466 blog entries.

Vocês fazem apometria? E mesa radiônica? O que vocês me dizem a respeito?

Vamos responder a sua pergunta pontuando algumas coisas muito importantes para o seu conhecimento. Em primeiro lugar, o Centro Espírita Jesus de Nazaré é uma casa de estudo e auxílio ao próximo. Estudamos a reencarnação, as curas espirituais, a desobsessão, os fenômenos sobrenaturais, a mediunidade das pessoas entre outras coisas importantíssimas que vão aumentar o seu conhecimento da doutrina. Realizamos também várias ações que beneficiam a população mais carente. – Possuímos uma grande equipe de assistência social, responsável por cadastrar família em situação de risco, para que possam ser auxiliadas mensalmente; – Campanha do quilo, para arrecadar alimentos que serão doados em forma de cestas básicas para as famílias cadastradas; – Oferecemos de forma gratuita atendimentos psicológicos; – Realizamos frequentemente um bazar fraterno para gerar recursos que ajudarão a manter as despesas da casa – Presenteamos cadeirantes através da arrecadação de lacres de latinhas, coletadas pelos frequentadores do centro; – Doamos roupas aos necessitados; – Além de várias outras ações promovidas pela nossa assistência social, que visam sempre ajudar o próximo de maneira carinhosa. A Apometria e a Mesa Radiônica não fazem parte das nossas frentes de trabalho, mas respeitamos o livre arbítrio das pessoas que adotam essa prática espiritualista. O Espiritismo tem sua própria base e suas metodologias para tratar de assuntos que a Apometria e a Mesa Radiônica se propõem a tratar, como limpezas espirituais, equilíbrio dos chakras, a desobsessão, etc, ou seja, seguimos fielmente a codificação de Kardec. Vale lembrar também, que algumas pessoas realizam atendimentos e cursos sobre tais práticas espiritualistas, sem qualquer preparação espiritual séria, e o pior, ainda cobram pelos serviços prestados. Os centros espíritas e os espíritas sérios nunca devem cobrar por atendimentos, palestras ou qualquer outro tipo de trabalho no auxílio do próximo. Seguimos o que Jesus nos ensinou: “Dai

2021-09-02T14:04:42+00:00agosto 20th, 2021|perguntas e respostas 2021|

Gostaria de receber informações de autocura.

Primeiro precisamos deixar bem claro que nem todos os problemas de saúde têm influências espirituais, e que a grande maioria pode e tem que ser tratados por médicos da Terra, afinal estamos em um corpo físico que sofre interferências terrestres, o que é completamente natural. Olhando pelo lado espiritual, devemos lembrar que muitas pessoas tem em seu planejamento reencarnatório o aparecimento de alguma doença em determinada fase da vida, que talvez tenha a função reparadora de resgate/experimentação, e que possivelmente possa ser amenizada com atendimentos médicos espirituais somados aos atendimentos de médicos terrestres, pois é certo afirmar que nunca podemos substituir um pelo o outro, mas sim entender que as duas medicinas se complementam. Acrescentamos também a questão do mérito da pessoa em ser curada. Com o avanço da medicina, tecnologia e ciência, cuidar da saúde física e mental está cada vez mais acessível, pois hoje vários recursos estão ao nosso alcance. Muitos médicos preferem até praticar a medicina preventiva com seus pacientes do que esperar o aparecimento de alguma enfermidade, optando sempre pelo caminho da prevenção. Seguindo a mesma linha do que foi citado acima, acreditamos que há uma estreita ligação entre o corpo material e o corpo espiritual e que a doença pode ser fruto do desequilíbrio mental, da obsessão, ou se instala a partir das consequências cármicas, advindas de outras vidas. O simples fato de você mudar sua postura, suas atitudes, seus hábitos alimentares, trabalhar a sua moral e começar a buscar coisas que possam resultar em um equilíbrio dos seus dois corpos, vai fazer com que você comece a entrar em um processo de autocura. Esperamos ter respondido sua pergunta e convidamos você para seguir nossas redes sociais, pois lá irá encontrar diversas informações que poderão te ajudar no esclarecimento de novas dúvidas.

2021-09-02T14:08:09+00:00agosto 19th, 2021|perguntas e respostas 2021|

Como fazer uma boa análise de uma comunicação mediúnica na prática?

Como você solicita, é essencial ter um bom conhecimento teórico que lhe dê sustentação e coerência na hora de analisar. O que podemos fazer por você é indicar algumas leituras que poderão facilitar tais análises, pois entendemos que as comunicações mediúnicas são diferentes uma das outras e que somente no dia a dia, vivenciando a doutrina espírita com teoria e a prática, é que se faz possível apresentar um trabalho mais sério e confiável. Tenha sempre em mãos como material de consulta os livros: – O Livro dos Espíritos – Allan Kardec – O Livro dos Médiuns – Allan Kardec – Desobsessão – Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira – Doutrinação: A Arte do Convencimento – Luiz Gonzaga Pinheiro – Diálogo com as Sombras – Hermínio Corrêa de Miranda Agradecemos a sua confiança e esperamos ter ajudado de alguma forma.

2021-09-02T14:18:18+00:00agosto 18th, 2021|perguntas e respostas 2021|

Gostaria de tentar entrar em contato com a minha vó, ela morreu em fevereiro e sinto que preciso para superar o luto

Na doutrina espírita aprendemos inicialmente que o “telefone toca de lá para cá”, ou seja, são os espíritos que entram em contato conosco e não o contrário. Existem vários fatores que determinam se uma comunicação poderá ser feita ou não, e o estudo da doutrina espírita nos faz compreender isso muito bem. Uma comunicação com um ente querido recém desencarnado, talvez seja um desejo em comum a todos nós, mas devemos entender que tudo tem um tempo certo para acontecer, pois ao desencarnarmos precisamos de um período de adaptação no plano espiritual que vamos viver e isso pode levar dias, meses ou anos, dependendo da situação em que tal espírito desencarnou ou viveu enquanto encarnado. É um assunto um pouco complexo a princípio, mas nada que algum tempo de estudo na casa não possa resolver. Sugerimos a você o seguinte, comece a participar das palestras e estudos do Centro Espírita Jesus de Nazaré, aproveite para fazer novos amigos e nunca tenha medo de perguntar, pois só assim, você ficará mais tranquila com relação ao luto e as outras dúvidas que forem surgindo a respeito do espiritismo. Esperamos ter ajudado e aguardamos a sua presença em nossa casa. Grande abraço!

2021-09-02T15:15:42+00:00agosto 15th, 2021|perguntas e respostas 2021|

“PORQUE AS VEZES AS PESSOAS QUE AJUDAMOS, SENTEM RAIVA DE NÓS.”

"PORQUE AS VEZES AS PESSOAS QUE AJUDAMOS, SENTEM RAIVA DE NÓS." (Uma reflexão profunda sobre os sentimentos de quem dá e de quem recebe.) "Quando eu participava de um grupo em uma casa espirita, todos os meses doávamos alimentos para compor cestas básicas que eram distribuídas às famílias carentes da comunidade. A cada mês, um grupo se encarregava de trazer arroz, outro, feijão, e assim por diante, a fim de que se compusesse a cesta. Em determinado mês, coube ao meu grupo trazer café. Nada poderia ser mais simples: um quilo de café, não importava a marca. No entanto, a coordenadora nos alertou: “Combinem entre vocês para trazerem apenas café em pó ou café solúvel. Porque as pessoas reclamam que receberam de um tipo e as outras de outro. Então, melhor que seja tudo igual.” Por muito tempo, refleti sobre isso. As famílias eram carentes, recebiam cestas de alimentos que com certeza supriam suas necessidades imediatas. Então por que reclamavam? Afinal, não pagavam nada! Um dia, me caiu nas mãos um livro, intitulado “Trapeiros de Emaús”. Contava a história de uma comunidade iniciada por um padre, para pessoas que eram o que chamaríamos de “Sem Teto”. Um trecho me chamou a atenção. O padre contava suas experiências em caridade. Quando menino, ele costumava acompanhar seu pai que todos os meses, doava um dia de seu tempo para atender pessoas carentes. O pai era médico, mas como já havia quem atendesse às pessoas nesse setor, ele se dedicava a cortar cabelos, profissão que também exercera. O menino percebia que embora seu pai executasse seu serviço de graça e com amor, as pessoas reclamavam muito. Exigiam tal ou tal corte e às vezes quando iam embora, xingavam o pai porque não haviam gostado do corte. Mas o pai tinha uma paciência

2021-04-13T19:55:55+00:00abril 13th, 2021|Artigos|
Go to Top